Pular para o conteúdo principal

QUALIDADE: O SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE COMO UMA FERRAMENTA PARA ALAVANCAR OS RESULTADOS FINANCEIROS DA ORGANIZAÇÃO

Definir de forma clara as funções e responsabilidades dos colabores, da alta direção e dos stakeholders. Estabelecer, padronizar e procedimentar, prestar suporte para estabelecer métodos, atividades, indicadores e objetivos de desempenho das demais áreas da organização, clientes e fornecedores. Definir a metodologia de monitoramento e avaliação de clientes e fornecedores. Estas são algumas das funções do Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ)

Quando uma organização decide implantar um SGQ, seja pela exigência por parte dos mercados e clientes, da pressão da concorrência e a busca pela reconhecimento e fortalecimento da marca, ela também espera obter um conjunto de benefícios que permitam alavancar os resultados da sua atividade e reduzir o custo da não qualidade.

A ausência de um SGQ promove o aumento de custos de falhas internas e externas que geram desperdícios e/ou mancham o nome da marca perante o cliente e a sociedade por não satisfazer as necessidades e expectativas dos mesmos, são estes custos que a norma ISO 9001 ajuda a minimizar.

Investir num adequado planejamento da qualidade e atividades de prevenção minimizam substancialmente os custos com refugos retrabalhos, devoluções, atrasos nas entregas. Quando se investe em qualidade e se reduz tais falhas, é possível ser mais competitivo tanto em qualidade, quanto no prazo e no custo dos produtos e serviços.

Em outas palavras o Sistema de Gestão é uma ferramenta que auxilia a organização, por meio das diretrizes da norma ISO 9001, a obter bons resultados financeiros e, principalmente, a satisfação dos clientes. Esse sistema proporciona à alta direção da empresa maior segurança nas tomadas de decisões, com base nos indicadores estabelecidos.






Gostou do blog? Faça seus comentários, compartilhe com os seus amigos.
 A sua opinião é muito importante!!!


Muito obrigado e até a próxima.
Blog Operações e Serviços


Comentários

Postagens Mais Visitadas

GRÁFICO BALANCEAMENTO DE OPERADORES

O Balanceamento de operadores é feito através das análises dos tempos que cada estágio leva para fabricar um conjunto ou uma parte do produto final.

A flexibilidade do trabalho é a chave para o gerenciamento eficaz de recursos e é por este motivo que um balanceamento das operações traz a garantia de que cada estação pode entregar e ser atendida dentro do Takt Time, utilizando a capacidade de produção disponível.

Estou disponibilizando uma Planilha GBO, para auxiliar no balanceamento e identificação das:

AV – Atividades que agregam valor;

NAV – Atividades que não agregam valor;

NAVN – Atividades que não agregam valor, mas não necessárias.

E então junto com os gestores de linha trabalhar na eliminação de desperdícios e melhorar o fluxo da produção. Sempre digo “juntos” por considerar a experiência de quem está no Gemba a mais tempo e todos os dias muito importante.

Mas antes de qualquer coisa devemos além de conversar com o gestor, ir até os colaboradores e explicar os motivos da tomad…

O CONCEITO DE EFICIÊNCIA, EFICÁCIA E EFETIVIDADE

É dever de um líder conduzir as pessoas da sua equipe a fazerem as coisas certas (eficácia), da melhor maneira possível (eficiência) buscando os impactos sociais e comerciais favoráveis a organização (efetividade).

Mas o que é eficiência, eficácia e efetividade?

FAZER A COISA CERTA – EFICÁCIA
Normalmente está ligada ao nível gerencial, busca atingir objetivos, alcançar os resultados planejados, atingir a meta.

Não está preocupada em como fazer, não mede recursos e esforços para fazer o que é preciso ser feito.


Exemplo 1:
Uma grande obra está sendo construída para um evento que acontecerá daqui a 3 anos, a empresa que ganhar a licitação deverá entrega-la pronta em 2 anos. O orçamento inicial é de 100 milhões de reais.

Ao final de dois anos a empreiteira nomeada entregou a obra totalmente concluída, mas em função de diversos problemas o orçamento final ficou em 250 milhões.

O projeto de construção da obra foi eficaz, pois pois foi finalizado dentro do prazo programado.

FAZER A COISA…

MIERUKA - VER PARA CRER

Como andam as informações em sua empresa? Todo mundo entende ou só quem desenvolveu compreende?


O Mieruka é um termo japonês traduzido como Controle Visual e seguir suas diretrizes pode contribuir muito nos fluxos de informação e processos da sua empresa e devemos seguir três diretrizes para aplicar a ferramenta:


1). Desenvolver um controle visual simples;


2). Todos devem conseguir enxergar e identificar;


3). Devido a possíveis mudanças devem ser fáceis de atualizar.



Explico cada uma delas e os quatro tipos de Mieruka existentes neste artigo: https://lnkd.in/dZciqDB

O Artigo também estará disponível em PDF no link da publicação original no LinkedIn